Debaixo da janela

13 dez

Por Larissa D`Almeida

Palco da morte de um dos maiores nomes da história política brasileira, o Palácio do Catete presenciou o suicídio do então presidente Getúlio Vargas, e viu o ocaso de uma era.
Logo depois, a sede das decisões e capital administrativa do país, passaria da cultural e efervescente Rio de Janeiro para a planejada e recém-nascida Brasília.

Sendo assim, as multidões de manifestantes e engajados já não tinham mais os chefes de estado ao seu alcance. Se, por um desmando do governo, cinco pessoas resolvessem protestar, já seria o bastante para causar alarde. Agora, nas planícies de clima seco do planalto central, o grito de 500 não vai fazer lá muita diferença.

Que saudade do Palácio do Catete, quando uma pedra atirada na janela já perturbaria a tranqüilidade de um político.

Anúncios

Uma resposta to “Debaixo da janela”

  1. Lia Brito dezembro 25, 2011 às 8:20 pm #

    oi, lindinha!
    estávamos em casa e resolvemos ler o blog. ficou ótimo! você escreve muito bem, os textos são gostosos de ler.
    desejamos à você muito sucesso!
    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: