26º Encatho encerra com assinatura da Carta de Santa Catarina

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Encerrando as atividades da 26° Encatho (Encontro Catarinense de Hoteleiros), nesta sexta-feira, 27/04, o presidente da ABIH-SC, João Eduardo Amaral Moritz, assinou a carta de reivindicação a ser entregue às autoridades do estado e governo federal na próxima quarta-feira, 2/04. A Carta de Santa Catarina, entre outras solicitações, enfatiza a necessidade de ampliação do aeroporto Hercílio Luz, fundamental para o incremento do turismo na região.

Confira o documento na íntegra:

​Carta da Hotelaria de Santa Catarina

Na oportunidade em que se encerra em Florianópolis, SC, o 26º Encontro Catarinense de Hoteleiros (Encatho), que se tornou referência na Região Sul, a ABIH-SC, promotora do evento e representante de importante parcela do setor, aproveita a oportunidade para encaminhar às autoridades este documento contendo a síntese das principais reivindicações da hotelaria e do turismo catarinense, fundamentais à evolução ainda maior do segmento, pois se trata de questões básicas e fundamentais para Santa Catarina, hoje o segundo destino turístico de lazer dos pais. Destacamos e agradecemos a importante medida da presidente Dilma Rousseff que incluiu o turismo no “Plano Brasil Maior” que eliminou a contribuição patronal ao INSS, de 20%, substituída pela alíquota de 2% sobre o faturamento e que com certeza terá importante impacto no setor.

Mas para evoluir ainda mais é fundamental que o poder público atenda as reivindicações do setor para que gargalos históricos sejam finalmente eliminados. Elencamos abaixo as principais medidas que devem ser implementadas com urgência para que Santa Catarina possa avançar como um destino turístico de primeira ordem no país, contribuindo ainda mais para o bem estar de sua população e bom atendimento aos visitantes. Por isso solicitamos:

1) Início urgente das obras de ampliação do Aeroporto Hercílio Luz, da pista de pouso e parques de estacionamento para aeronaves. Sem isso não teremos como receber nenhuma delegação estrangeira durante a Copa de 2014;
2) Desoneração tributária, a semelhança do que o governo vem fazendo com a indústria (ICMS, ISS, etc.);
3) Redução do ICMS da energia elétrica, água e esgoto. Hoje a hotelaria paga 25% de imposto, a tarifa mais cara do mundo;
4) Investimento urgente em infra-estrutura básica (acessos, saneamento, abastecimento de água, coleta de lixo);
5) Maior investimento em segurança pública.

Florianópolis, 27 de abril de 2012.

João Eduardo Amaral Moritz
Presidente da ABIH-SC

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84006

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: