Eike Batista compra 50% das ações da marca Rock in Rio

11 maio

Por Larissa D`Almeida

Eike Batista e Roberto Medina: sociedade para os próximos eventos

Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, 11/05, no Rio de Janeiro, os empresários Eike Batista, através da IMX e Roberto Medina, proprietário da marca Rock in Rio, reuniram a imprensa para anunciar a parceria para as próximas edições do evento. A partir da sociedade, Medina e Eike pretendem levar o evento à América Latina, Estados Unidos e Ásia. Por enquanto, está confirmada a realização do festival em Buenos Aires, na Argentina, para outubro de 2013.

O objetivo de Medina é “tornar o Rock in Rio a maior marca de música do mundo”. Para edição do ano que vem, já foi investido por patrocinadores cerca de U$ 82 milhões e, até 2013, espera-se alcançar U$ 100 milhões. Já para as edições confirmadas na Europa e Argentina, o investimento previsto é de U$ 350 milhões.

Medina também quer investir em novos produtos e estar presente na vida do público através de diversas plataformas como histórias em quadrinhos, moda, games e musicais. Sobre o preço para os ingressos, o empresário ainda não definiu valores, mas afirmou que pretende repassar o custo para o público, pois vai diminuir em 10 ou 15 mil o número de ingressos vendidos por dia de evento.

Oficializando a parceria entre a IMX e a marca Rock in Rio

A sociedade com Eike visa acelerar o processo de expansão da marca Rock in Rio, segundo Roberto Medina. Mesmo com 50% da sociedade nas mãos, Eike afirmou que as decisões serão de Medina. “Nossa empresa sabe reconhecer talentos e sabemos que ele (Medina) tem a expertise para realizar o evento, por isso, o comando é dele” afirmou o bilionário.

Além dos patrocinadores, Medina também pretende utilizar a renúncia fiscal e o benefício da Lei Rouanet. Segundo o empresário, o evento do ano passado teve um impacto de U$ 460 mil na economia e gerou 7 mil empregos diretos. Sobre construir cidades do rock nos EUA e na Ásia, Medina afirmou ainda estar em fase de planejamento. “Tornando o Rock in Rio um evento global, seremos uma plataforma para atrair grandes marcas”, analisou. Sobre a parceria, Medina deu as boas vindas ao novo sócio. “Eike, seja bem vindo nessa grande viagem!”, finalizou.

Rock in Rio 2013 já tem atrações

Ivan Lins e George Benson relembram parceria

Para o festival do ano que vem o Palco Sunset já tem duas atrações confirmadas: Ivan Lins e George Benson, que vão repetir o dueto feito na primeira edição do evento, em 1985. Ambos estavam presentes na coletiva e dividiram o palco tocando sucessos como “Dinorah” e relembrando suas participações no primeiro festival, cantando para 300 mil pessoas. “Me senti o mais brasileiro dos brasileiros. O público no nosso país é único, eclético, democrático, gosta de música sem ser reacionário”, afirmou Ivan. A banda Sepultura e o Tambours du Bronx estão entre os artistas cotados para o festival.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84347

26º Encatho encerra com assinatura da Carta de Santa Catarina

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Encerrando as atividades da 26° Encatho (Encontro Catarinense de Hoteleiros), nesta sexta-feira, 27/04, o presidente da ABIH-SC, João Eduardo Amaral Moritz, assinou a carta de reivindicação a ser entregue às autoridades do estado e governo federal na próxima quarta-feira, 2/04. A Carta de Santa Catarina, entre outras solicitações, enfatiza a necessidade de ampliação do aeroporto Hercílio Luz, fundamental para o incremento do turismo na região.

Confira o documento na íntegra:

​Carta da Hotelaria de Santa Catarina

Na oportunidade em que se encerra em Florianópolis, SC, o 26º Encontro Catarinense de Hoteleiros (Encatho), que se tornou referência na Região Sul, a ABIH-SC, promotora do evento e representante de importante parcela do setor, aproveita a oportunidade para encaminhar às autoridades este documento contendo a síntese das principais reivindicações da hotelaria e do turismo catarinense, fundamentais à evolução ainda maior do segmento, pois se trata de questões básicas e fundamentais para Santa Catarina, hoje o segundo destino turístico de lazer dos pais. Destacamos e agradecemos a importante medida da presidente Dilma Rousseff que incluiu o turismo no “Plano Brasil Maior” que eliminou a contribuição patronal ao INSS, de 20%, substituída pela alíquota de 2% sobre o faturamento e que com certeza terá importante impacto no setor.

Mas para evoluir ainda mais é fundamental que o poder público atenda as reivindicações do setor para que gargalos históricos sejam finalmente eliminados. Elencamos abaixo as principais medidas que devem ser implementadas com urgência para que Santa Catarina possa avançar como um destino turístico de primeira ordem no país, contribuindo ainda mais para o bem estar de sua população e bom atendimento aos visitantes. Por isso solicitamos:

1) Início urgente das obras de ampliação do Aeroporto Hercílio Luz, da pista de pouso e parques de estacionamento para aeronaves. Sem isso não teremos como receber nenhuma delegação estrangeira durante a Copa de 2014;
2) Desoneração tributária, a semelhança do que o governo vem fazendo com a indústria (ICMS, ISS, etc.);
3) Redução do ICMS da energia elétrica, água e esgoto. Hoje a hotelaria paga 25% de imposto, a tarifa mais cara do mundo;
4) Investimento urgente em infra-estrutura básica (acessos, saneamento, abastecimento de água, coleta de lixo);
5) Maior investimento em segurança pública.

Florianópolis, 27 de abril de 2012.

João Eduardo Amaral Moritz
Presidente da ABIH-SC

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84006

Presidente da ABIH-SC comemora 1,4 mi em negócios no 26º Encatho

27 abr

Por Larissa D`Almeida

O presidente da ABIH-SC, João Eduardo Amaral Moritz, concedeu entrevista para o MERCADO & EVENTOS durante a 26° Encatho, e apresentou alguns dados de Santa Catarina, como a taxa de ocupação hoteleira do primeiro trimestre de 2012, que chegou à 72%, superando a média do mesmo período do ano anterior, que alcançou 52%. O motivo do aumento foi o Carnaval em fevereiro e a capatação de novos eventos, atual foco da ABIH-SC.

Moritz anunciou novos investimentos no estado, que contará com 400 milhões injetados por hoteleiros, para reformas e construção de novos empreendimentos, a partir deste ano. O presidente também adiantou que a Rede Accor está investindo em cidades de serra como São Joaquim e Urubici, em Santa Catarina, além da possibilidade do empresário Eike Batista construir um complexo hoteleiro em Biguaçu. Além disso, o grupo Hantei já se prepara para construir um hotel com 400 apartamentos na Ponta do Coral, em Florianópolis. Por enquanto, o grupo ainda esbarra em entraves ambientais.

Parcerias para a Copa 2014

Os preparativos para a Copa 2014 incluem, principalmente, o trabalho direto com as operadoras, para atrair turistas no período. Sobre parcerias para novas ações, a ABIH-SC fechou acordo com a Fecomércio para realização do Senac Turismo, curso com duração de um ano e que visa formar profissionais como camareiras e recepção de hotéis. O lançamento do curso será no próximo dia 15/05, terça-feira. Outra parceria será com o Sebrae, que organizará, mais uma vez, a “Rodada de Negócios”, reunião do trade que, nesta edição da Encatho, gerou 1 milhão e 400 mil reais em prospecção de novos negócios. A ABIH-SC também planeja realizar treinamentos ao longo do ano, com o objetivo de aperfeiçoar a mão-de-obra de governantas, gestores, recepcionistas, entre outros.

Moritz fez um balanço final da 26º Encatho, que encerrou com a participação de 18 estados, 51 jornalistas e 3.402 visitantes, números muito superiores aos da edição anterior, de acordo com o presidente. A próxima edição do evento já tem data e acontecerá entre 7 e 9 de maio de 2013, no CentroSul, em Florianópolis. “Estamos muito satisfeitos com o resultado de nosso trabalho. A 26º Encatho superou as nossas expectativas”, finalizou.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84007

Santa Catarina quer Fifa Fan Fest e centro de treinamento de seleções

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Valdir Walendowsy, presidente da Santur

O presidente da Santur, Valdir Walendowsky, em entrevista para o MERCADO & EVENTOS, comentou a possibilidade de Santa Catarina receber uma Fifa Fan Fest, evento que reúne torcedores para assistir aos jogos da Copa em telões em pontos definidos da cidade. “Nos candidatamos porque temos infraestrutura, mantemos relacionamento com a Fifa, estamos organizados e prontos para fazer o evento”, disse. Walendowsky comentou ainda a possibilidade de perderem a candidatura para ser um dos centros de treinamento que serve como base de seleções durante a Copa, por não terem um aeroporto com infraestrutura adequada. “Acho difícil construírem um aerorporto maior em dois anos; ainda precisamos reformar o que já temos”, explicou. O presidente da Santur também disse que, caso não captem nenhum desses eventos, a entidade continuará a promover Santa Catarina como destino para atrair os turistas que estarão no Brasil para assistirem ao Mundial de 2014.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84002

Rede Accor quer expandir para interior do Brasil

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Patrícia Veiga, gerente de contas midscale da Accor

A gerente de contas da Rede Accor, Patrícia Veiga, adiantou para o MERCADO & EVENTOS o interesse do grupo em expandir para as cidades do interior do Brasil. Segundo Patrícia, as capitais já estão atendidas pela rede e que, agora, o grupo está identificando novos mercados. “Estamos buscando cidades com potencial turístico e percebemos forte apelo e infraestrutura nas cidades de Santa Catarina, que tem diferenciais que interessam ao grupo”, declarou.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/83996

Costão do Santinho terá novo site com opção de compras online

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Rubens Régis, diretor comercial do Costão do Santinho Resort

Em entrevista ao MERCADO & EVENTOS, o diretor comercial do Costão do Santinho Resort, Rubens Régis, falou sobre a expectativa de crescimento nas vendas com o lançamento do novo site do grupo, que permitirá reservas e compras de pacotes online. “Nossa projeção é que, até o final de 2012, tenhamos crescido 30% em vendas no turismo de lazer”, declarou. Régis também falou sobre as reformas sofridas pelo resort no ano passado, que recebeu cerca de 1 milhão em investimentos. Além disso, mesmo sem confirmação de que receberão uma das seleções que disputarão o Mundial de 2014, o resort vai construir um campo de futebol para treinamento, com cerca de 600 mil de investimento.

Sobre os dados de ocupação, o empreendimento apresentou queda de -10% no mês de janeiro deste ano, comparado ao mesmo período do ano anterior. Já em fevereiro de 2012, a taxa ocupação equiparou com 2011, chegando à 85%. Entre março e abril, em razão da captação de eventos, o Costão superou 2011, que teve 58% de ocupação, chegando à 65% em 2012.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/84016

Costão do Santinho foca em ferramentas online

27 abr

Por Larissa D`Almeida

Nesta sexta-feira, 27/04, último dia da 26° Encatho, o diretor comercial do Costão do Santinho Resort, Rubens Régis, foi o apresentador da palestra “Comercialização: Como o Costão do Santinho Resort utiliza a Web”. No painel, Régis mostrou um panorama das mudanças no mercado provocadas pelas novas ferramentas de vendas online.

Cincinato Lui Cordeiro, diretor superintendente da JI; Rubens Régis, diretor comercial do Costão do Santinho Resort e Maria Helena Petry, dir. adm. da ABIH-SC e proprietária da Pousada dos Chás

De acordo com Rubens, nos últimos três anos, o modo como o usuário decide e organiza sua viagem mudou completamente. “Quem não enxergou a transformação do mercado vai quebrar”, decretou. Segundo o palestrante, no Brasil, as operadoras ainda centralizam o mercado, tornando reféns muitos hoteleiros, porque mantem parcerias com as companhias aéreas, mas o panorama está mudando rápido.

Para o Costão, a grande arma de vendas é a publicidade paga (SEM), no Google. “Este ano, vamos gastar 25% da renda do resort em publicidade na internet e, é possível que, para os próximos anos, esse investimento seja de 50%”, afirmou. Até 2006, o site do grupo era somente informativo, evoluiu em 2009, tornando-se mais dinâmico até chegar ao novo site que está sendo reformulado este ano, mais interativo e com possibilidade de compra direta.

OTA`s devem impactar o mercado brasileiro

Sobre as OTA`s (Online Travel Agencies), o palestrante comentou o crescimento exponencial nos EUA, e acredita que cause no mercado brasileiro o mesmo impacto que o sofrido pelo norte-americano. “As OTA`s quebraram muitas operadoras americanas, negociando preço direto com os hotéis e conseguindo grandes descontos, de até 40%. Elas vão chegar com força no Brasil e, quando unirem aéreo e terrestre, liquidarão o mercado”, prevê. Nos EUA, a solução encontrada pelo hoteleiros para recuperar o preço das diárias foi a criação do Room Key, uma OTA que reúne diversas bandeiras de hotéis.

Rubens acredita que essa é uma boa estratégia para proteger o hoteleiro e sugere a criação de uma OTA de hotéis no Brasil. De acordo com o empresário, o Costão vem operando o pagamento de uma comissão em torno de 15% para os grupos de compras coletivas. “Somos alvo das OTA`s porque garatimos alto lucro em poucas vendas”, analisou. “Precisamos acompanhar as mudanças. A internet é uma grande ferramenta e acredito que, em pouco tempo, estaremos realizando grandes negócios pelo Facebook”, finalizou.

Matéria publicada no site: http://mercadoeeventos.com.br/site/noticias/view/83993